sexta-feira, 10 de março de 2017

Você já ouviu falar de cronograma capilar?






Cronograma capilar é um "ritual" de tratamento dos cabelos que envolve as seguintes fases: hidratação, nutrição e reconstrução. 
Não é apenas um tratamento milagroso feito um dia num salão. É uma rotina que demanda um pouquinho de paciência, dedicação e coragem para comprar mais de um produto para seus cabelos. Mas o esforço vale a pena, principalmente para as adeptas às químicas como escovas progressivas, luzes, tinturas ou mesmo quem já teve seu cabelo danificado pelo sol, mar, cloro, secador, prancha ou qualquer outro motivo.

O cronograma é uma ferramenta de planejamento e controle em que são definidas e detalhadas minuciosamente as atividades a serem realizadas. No cronograma capilar para cada uma das atividades são apontados produtos ou princípios ativos que vão repor os nutrientes necessários para a saúde dos fios. 
Existe um cronograma padrão, mas para ter o melhor resultado você terá que observar o que o seu cabelo necessita mais de acordo com sua aparência e textura.
Acredite, é possível sim tratar os seus cabelos em casa, por mais danificados que eles estejam. Até as ricas e famosas fazem isso! É mais confortável, econômico e traz a consistência necessária de cuidados que os cabelos (principalmente os mais danificados) demandam. Comece seu cronograma capilar comprando um produto para cada fase. Você pode continuar indo ao salão em algumas fases para turbinar seus resultados.
Bom, então vamos a definição de cada fase do cronograma capilar e abaixo o cronograma padrão.

Hidratação:
É a reposição hídrica do fio. Essa fase pode ser feita com maior frequência, pois além de não sobrecarregar os fios, ela dá aquele aspecto de maciez ao cabelo, ele fica suave, leve e algumas vezes esvoaçante. 
Exemplos de ativos: semi di lino, vitamina B5/pantenol, aloe vera, água destilada/desmineralizada, açúcares, álcool modificado, etc. 

→Cabelos que precisam de hidratação ficam sem vida, armados e ressecados.

  
Nutrição (ou umectação):
É a reposição lipídica do fio. Ela tem a função de manter a hidratação do fio e repor os nutrientes do mesmo. Essa fase que dá brilho, tira o frizz, abaixa o volume e combate o ressecamento dos cabelos.
Exemplos de ativos: ceramidas, karité, manteiga de cacau, óleo de argan, óleo de coco, óleo de amêndoas, óleos em geral.

→Cabelos que precisam de nutrição são sem brilho, sem balanço, com pontas duplas e desalinhados.

Reconstrução:
É reposição proteica do fio. Têm a função de repor a força dos cabelos. É uma fase muito importante do cronograma, porém só deve ser feita uma vez por mês ou no máximo de 15 em 15 dias. Os componentes reconstrutores se usados em excesso podem gerar o efeito oposto provocando rigidez e posterior quebra do fio. Exemplos de ativos: aminoácidos, queratina, proteínas.

→Cabelos que precisam de reconstrução são porosos, finos, ralos e quebradiços.




Obs: É necessário um intervalo de no mínimo 48 entre um procedimento e o outro. 

Tentem fazer o cronograma e conte nos comentários. Aposte pelo menos um mês nisso antes de concluir sobre os resultados. Boa sorte!

Fonte: https://goo.gl/Dnzhkb

Nenhum comentário:

Postar um comentário